A Política

A Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo (SDTE) vem promovendo uma política de incentivo e fomento à Economia Solidária no município de São Paulo. Em dezembro de 2014 foi iniciado o Projeto Economia Solidária SP Como Estratégia de Desenvolvimento, com objetivo de gerar subsídios para a elaboração de uma Política Pública de Economia Solidária para o município de São Paulo.

O Projeto, desenvolvido em parceria com a Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários do Brasil (UNISOL), mapeou também os empreendimentos e coletivos que atuam nesta economia alternativa na capital paulista e os reuniu em redes, de modo a melhor atendes especificidades e necessidades de formação.

As formações foram iniciadas com a criação da Incubadora Pública de Empreendimentos Econômicos Solidários, equipamento coordenado pela Coordenadoria do Desenvolvimento Econômico da SDTE, e que tem por objetivo apoiar e assessorar a criação e expansão de grupos e empreendimentos da Economia Solidária.

São considerados empreendimentos populares e solidários aqueles organizados sob a forma de cooperativas, associações e grupos comunitários para a geração de trabalho e renda, incluindo iniciativas que adotem o princípio da autogestão, redes solidárias, formalizados ou em fase de formalização.

Conheça a metodologia

logos-site